CDB'S

Aplicação em CDB

É o investimento mais comum entre os menos arriscados e o percentual de remuneração está muito relacionado ao relacionamento bancário do investidor. Vamos tratar como uma taxa negociável porque há inúmeros fatores que formam a taxa de remuneração de um CDB – valor aplicado, situação do mercado e etc.- e isso é transparente para o investidor.

 

É possível negociar a taxa diretamente com o Gerente da conta ao invés de aplicar via Internet Banking (que sempre vai trazer uma taxa de remuneração menor do que pode ser negociada).

Em contato com a gerente da minha conta, me ofereceu um CDB com remuneração de 81,50% do CDI para qualquer prazo e valor, ou seja, tenho péssimo relacionamento com o banco.

Existem vários tipos de CDB – cada banco nomeia e dá características como lhe convém, como CDB Plus, Smart, Tesouro, Max e etc - mas nesse caso trataremos do tipo que praticamente lastreia todas as denominações dadas pelos bancos, o CDB Pré-Fixado.  Para os demais, não haverá diferença significativa quando estendemos o prazo da aplicação.

Vamos descrever os prós e contras desse tipo de aplicação:

 

Prós:

- risco praticamente nulo se tratando de banco de primeira linha

- bancos de segunda linha são muito agressivos quanto à taxa de remuneração

- não tem taxa de administração

- é possível ter uma ideia do retorno no momento da aplicação- Os CDB’s são garantidos pelo FGC – Fundo Garantidor de Crédito (até R$ 250.000 por CPF). Ou seja, se você aplicar R$ 250.000 em um CDB e o Banco emissor ‘quebrar’, você terá o valor aplicado garantido.

 

Contras:

- IOF regressivo. Se aplicar em um CDB hoje e resgatar antes de 30 dias o seu rendimento será nulo. O prazo mínimo aceitável para aplicar em um CDB é de trinta dias para fugir pelo menos da carência do IOF.

- de certa forma é difícil conseguir uma taxa atrativa em um banco de primeira linha – rating triplo A, por exemplo.

- começa realmente a valer a pena quando o prazo para resgate se estende por pelo menos 720 dias, aonde o IR sobre o rendimento não passa de 15%.

- O IR regressivo sobre o rendimento líquido no momento do resgate corrói de forma significativa o investimento. 

Tabela IR - CDB

Prazo

Alíquotas regressivas

Até 180 dias

22,50%

181 a 360 dias

20,00%

360 a 720 dias

17,50%

acima de 720 dias

15,00%

 

Uma vez negociado, o Banco debita o valor da sua conta e a partir daí você já pode acompanhar os rendimentos da sua nova aplicação!

 

Exemplo da remuneração de um CDB

Aplicando a 100% do CDI levando em consideração o valor acumulado teríamos em 2011.

 

CDI Acum. 2011

11,595%

   

Aplicação CDI

100%

   

Prazo

Alíquotas IR

% Real Aplicado - IR

% Retorno

Até 180 dias

22,50%

77,50%

8,99%

181 a 360 dias

20,00%

80,00%

9,28%

360 a 720 dias

17,50%

82,50%

9,57%

acima de 720 dias

15,00%

85,00%

9,86%

 

De acordo com a tabela:

>CDB aplicado a 100%

> Prazo de 1 ano

>Remuneração 9,57%

> Acima de 2 anos

>Remuneração 9,86%

Se conseguirmos uma aplicação acima de 100% do CDI, por exemplo, a aplicação começa a ficar atrativa.

Como disse, para bancos de primeira linha é muito difícil conseguir essa taxa, mas não impossível.

 

Isso aí pessoal!! Qualquer dúvida, sugestão ou comentário avulso, não hesite em entrar em contato logo abaixo! Caso tenha gostado, dê um 'joinha' no facebook rsrs!!


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!