Seu Início no Mercado de Ações

Para não corrermos o risco de comprar ações sem saber muito bem ao que exatamente se refere, darei duas definições. A 1ª será a definição clássica que você irá encontrar em qualquer livro de Economia, Mercado de Capitais e etc.  .

Já a 2ª será uma definição que visa o fácil entendimento e também vale como um exemplo de como abordarei todos os assuntos relacionados no site, ou seja, da forma mais didática possível.

 

Aí você me pergunta então: - Serginho, que diabos é uma ação?

Ação: É um título emitido por uma companhia ou sociedade anônima que representa a menor fração do capital dessa empresa.

Analisando esta definição sob outra ótica, imagine que seu vizinho tem uma pizzaria e você gostaria de ser sócio dele. Pra ser sócio, terá que entrar com uma grana no negócio, investir. Conseqüentemente vai participar na divisão dos lucros, entenda-se pagamento de dividendos, e também se a pizzaria falir, seu dinheiro também será perdido.

 

Quando as empresas pretendem levantar uma grana, por exemplo, fazem isso. Lançam Ações no Mercado. O chamado IPO (oferta pública inicial de ações).

 

Cada ação corresponde a um “pedaço” da empresa. Se você comprar uma ação já faz parte dessa sociedade.

Agora se você ouvir um comentário por aí de que irá acontecer um IPO das Lojas Marabraz, por exemplo, já sabe que ela vai abrir o capital e lançar Ações no Mercado.

Definindo Seu Perfil de Investidor

Antes de tudo, é importante saber seu perfil de Investidor.

Se vai ser um Especulador, Investidor, Apostador e etc. Mas por que isso?  Muito simples; é o 1º passo para a escolha de uma corretora. 

Assim seguimos ...

 

Investidor: é o cara compra ações da empresa esperando um retorno no longo prazo, baseado nos números da empresa, perspectivas do Mercado, pagamento de dividendos, etc. Será sócio da empresa, um acionista literalmente. Irá acompanhar com afinco o desempenho da empresa.

No decorrer das postagens, verão que Investidores a longo prazo também podem se dar mal no Mercado se não ficarem alertas.

 

Especulador: não se importa se a empresa vai bem com os números ou não. Busca o lucro no curtíssimo prazo. Faz várias operações no dia, o chamado Day Trade. São oportunistas e dão liquidez a várias ações que normalmente são desprezadas pelo Mercado. Entraremos em mais detalhes futuramente sobre os tipos de operações em "Estratégias".

Temos ainda algumas variações de especuladores que são:

Scalpers: são especuladores pequenos que operam com as variações mínimas do Mercado e sempre realizando pequenos lucros.

Pit Traders: são scalpers com maior poder financeiro que mantêm as ações por mais tempo. Tentam influenciar o mercado com ordens gigantes de compra e de venda de Ações.

Day Traders: são especuladores que compram e vendem ações no mesmo dia, operação denominada de Day Trade.

Swing Traders: são especuladores que compram e vendem ações em um curto espaço de tempo, porém não no mesmo dia. Operação denominada de Swing Trade.

 

Apostador: é o cara que pergunta para o vizinho qual ação que ele acha que irá dar muito lucro. Acha que a Bolsa de Valores é um cassino e que se ele fizer uma boa aposta ficará rico. Certo que 99,99% dos apostadores não sobrevivem na Bolsa por muito tempo.

 

Para iniciantes a sugestão é adotar a postura de um Investidor para não correr riscos desnecessários tentando especular. Você acaba virando especulador com o tempo, dependendo do seu perfil e é claro, depois de muito estudo.

 

Ok!

Agora você já sabe seu perfil de Investidor...


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!