Cuidando das suas Finanças

04/03/2012 13:48

Para muitas pessoas pode parecer neurótico fazer o controle de tudo que se gasta, daqueles que olhamos cada centavo debitado na conta corrente. Mas de certa forma, verá que com o passar do tempo é saudável fazer esse controle. Na pior das hipóteses é bom até mesmo para seguir em busca de um sonho.

Não que isso vai impedi-lo de conquistar algo, muito pelo contrário, mas é certo que de repente, pode evitar que você tenha ter dores de cabeça no futuro, como por exemplo ficar ‘enforcado’ com dívidas que parecem impagáveis.

Para quem nunca fez um controle e deseja começar, temos alguns passos a seguir!

 

1º Planilhar seus gastos.

Muito simples, sem correria, estresse ou muita perda de tempo. Com 10 minutos por semana é possível planilhar tudo que se gasta e recebe durante o mês.

Se você não tem pressa para começar a cortar gastos, faça isso durante uns seis meses. Dessa forma terá uma boa base histórica para saber exatamente para onde seu dinheiro está indo.

 

2º Localizar os excessos.

Separar as linhas que julga estar gastando muito. Por exemplo, quando comecei a avaliar onde estava gastando demais, identifiquei que em determinado mês havia gastado R$ 250,00 com ligações para celular. No meu caso era extremamente desnecessário levando em consideração a quantidade de promoções disponíveis por operadora. De imediato liguei no atendimento e fiz um plano factível por R$15,00 ao mês. Ou seja, não mudei em nada minha rotina, apenas negociei um plano que atendesse minhas necessidades, nesse caso básicas.

 

3º Definir quanto vai economizar durante o mês.

Agora que você sabe quanto gasta por mês e também onde exatamente está gastando, o ideal é definir um percentual de quanto pretende economizar e de onde pretende tirar – algo que seja possível é claro -  e o mais importante, o que vai fazer com essa economia.

Isso vai de acordo com a necessidade cada um, mas de repente você pode utilizar essa economia para fazer um curso extracurricular, dar entrada em um carro, sair ainda mais para baladas e etc. Enfim, faça essa definição!

 

Uma outra forma de deixar a casa em ordem é adminstrar o que você recebe. Definir um percentual do que você recebe e alocá-lo de uma maneira que julgue adequada.

Por exemplo:

30% para gastar com cursos diversos

50% para pagar contas do dia a dia

10% para gastar com a boemia

10% para investir em alguma coisa

 

Você não precisa ter salário exorbitante para fazer essa divisão. Aconselharia inclusive a ter pelo menos duas contas correntes para ter um controle mais adequado dessa divisão.

 

Queria ressaltar o seguinte, não sou adepto ao estilo “no pain no gain”. Atingir objetivos na base do sacrifício. Pequenas mudanças nos hábitos podem trazer bons benefícios financeiros, sem radicalismo, sofrimento.

 

Bom, agora que tal partir para o Seu primeiro Investimento?


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!