Compras em sites no exterior, é uma boa?

08/05/2012 07:38

A compra de pequenos produtos no exterior através da internet vem se popularizando cada vez mais, mas ainda muitas pessoas tem receio de fazer tais compras e também há muitas dúvidas sobre como funciona esse tipo comércio.

A ideia dessa postagem é justamente tentar esclarecer algumas dúvidas, como impostos incidentes, como efetuar o pagamento, prazos, frete e etc.

 

Bom, há inúmeros sites que comercializam produtos no exterior e entregam diretamente no Brasil. O ideal é fazer compras através de sites conhecidos, de repente indicado por alguém que já tenho feito pelo menos uma compra e confirme se o produto chegou sem maiores problemas.

 

Temos alguns bem populares como:

www.ebay.com

www.amazon.com e por aí vai ...

 

Quanto ao Frete

No momento da compra você terá a opção de escolher qual tipo de embarque/frete pretende que o vendedor envie a mercadoria. Sugiro optar pelo padrão, Standard Int'l Shipping - USPS First-Class Mail Internacional - No tracking (sem rastreio) . Por mais que a mercadoria saia rapidamente do exterior, a morosidade se dá no Brasil. É o mais barato! Nunca tive problema, diga-se de passagem.

Se quiser que a mercadoria chegue rapidamente, opte pelo USPS Express Mail International. É garantia de chegar em até um mês e é 100% de chance de você pagar 60% de impostos. É muito mais caro esse frete, inclusive.

Há também um intermediário, o USPS Priority mail International, que é mais caro que o padrão e demora praticamente o mesmo tempo para que a mercadoria chegue até você.

 

Efetuando o pagamento

Para fazer o pagamento de forma prática e rápida, será necessário ter um intermediador. A maioria dos sites no exterior aceitam o pagamento através do PayPAl  www.paypal.com

Basta fazer o cadastro – muito didático e em português. Durante o cadastro, você ‘amarra’ seu cartão de credito a sua conta no PayPal. Com isso, o Payl Pal faz o pagamento para a empresa/pessoa que você fez a compra e o valor do pagamento vem na sua fatura do Cartão de Crédito. Tão simples quanto isso. (há um cobrança de 3,5% por pagamento e é embutido na taxa de conversão. Exemplo: você fez a compra e a cotação do dólar está 1,80; quando houver a conversão, a taxa utilizada será 1,80 + 3,5% = 1,8630)

Alguns sites também aceitam o pagamento através de Cartão de Crédito Internacional e a cobrança pela transação varia de banco para banco.

 

Em quanto tempo minha mercadoria vai chegar?

Essa é a típica pergunta sem resposta certa. Pode variar bastante. Caso não tenha nenhum imprevisto, em até 1 mês você terá sua mercadoria em mãos - independente do tipo de frete/embarque que você escolha. Caso seu produto seja ‘sorteado’ pela Receita Federal e você precise pagar 60% de impostos, é certo que vai demorar muito mais tempo.

Até dois meses acaba sendo um período razoável. Acima disso, alguma coisa possivelmente deu errado durante o trajeto do produto até chegar às suas mãos. Será necessário procurar informações sobre sua mercadoria com mais empenho.

Lembre-se que o processo emperra quando chega no Brasil. Para muitos países, em até cinco dias já está embarcado no exterior e possível já estar chegando no Brasil.

 

Tributação

Esse é o assunto mais ‘espinhoso’ quando falamos de comprar no exterior pela internet. Bom, não é nenhum bicho de sete cabeças.

A conta é muito simples, sobre o valor da sua compra (produto + frete + seguro) considere um imposto de 60%. Trata-se do RTS (Regime de Tributação Simplificada).

Para não correr o risco de fazer a compra e pagar o que não está preparado, considere sempre essa taxação.

Segundo Instrução Normativa da Receita Federal, qualquer bem importado via Remessa Postal, Encomenda Internacional ou compra via Internet terá essa tributação. (compras até USD 3.000,00).

 

Aaa mas meu amigo comprou e não sofreu qualquer tributação. O que houve?

Bom, a Receita Federal não tem ‘braço’ para fiscalizar toda e qualquer mercadoria que entra no Brasil, nesse caso eles fazem por amostragem. Se o seu produto não foi escolhido, estará livre de qualquer pagamento de imposto.

Caso seu produto seja ‘contemplado’, e haja a incidência dos 60% de impostos, - mercadorias até USD 500,00 (apesar que pode considerar até USD 3.000) - você receberá um carta dos correios em sua casa informado que tem uma mercadoria ao seu dispor em determinado endereço - uma agência dos correiros mais próxima da sua casa -  e poderá retirá-la assim que efetuar o pagamento da taxa.

 

Observações importantes:

- livros, revistas e relacionados são isentos de impostos.

- remessas de até USD 50,00 – desde que seja de pessoa física para pessoa física - são isentas de impostos.

Entenda o seguinte, se você comprar uma mercadoria de até USD 50,00 de uma empresa lá fora e for pego pela Receita Federal e for taxado, você precisa ser extremamente azarado. Para compras até USD 50,00 independente se for empresa ou pessoa física, é muito difícil que a Receita te cobre os 60% de impostos.

 

A legislação no detalhe pode ser consultada abaixo!! É bem simples, objetiva e esclarecedora.

www.receita.fazenda.gov.br/aduana/rts.htm

 

E o risco?

Sempre que você ver alguma matéria no jornal falando sobre compras no exterior, é certo que será noticiado algum caso de um sujeito que, sei lá, comprou um Playstation e recebeu em casa uma caixa cheia de pedras.

O que noticiado será sempre o que deu errado e sim, há grande risco de você fazer uma compra e seu produto não chegar, se perder e etc. Da mesma forma como se tivesse comprado direito no Brasil, talvez com um pouco mais intensidade.

É claro, como disse, é altamente recomendável que compre de sites com boas referências e indicado por pessoas de sua confiança que já compraram e não tiveram problemas.

Há também o risco de você comprar e depois de algum tempo seu produto apresentar algum problema, aí sim, isso é um tremendo problema, porque você não terá a quem recorrer tão facilmente.

 

Depois de tudo isso, vale a pena comprar no exterior?

Depende muito da pressa que você quer o produto, se o produto no Brasil realmente é muito mais caro e etc.

Vamos a um exemplo prático:

 

Jogo do PS3 >> Batman - Arkham City

No exterior, pelo Ebay:

 Jogo  > USD 35,99

Frete > USD   9,99

Total   USD 45,98 x 1,9210** = R$ 88,33

** utilizei a taxa de conversão do dia 07/05/12

 

No Brasil, pelo site do Submarino

Até mesmo se você aplicar 60% de impostos, ainda assim fica muito mais interessante comprar no exterior.

 

Com isso temos:

No exterior  R$ 88,33    

No Brasil      R$ 199,00

Diferença    R$ 110,67

(não estou levando em consideração os custos envolvidos sobre a utilização do paypal ou cartão de crédito)

 

Esta foi uma comparação aleatória, mas o ideal é pesquisar bastante até encontrar o menor preço no Brasil. Depois disso, partir para uma consulta no exterior e ver se há muita diferença de preços e se vale o ‘risco’ de comprar lá fora.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Partindo para a prática e entendendo (ou tentando entender) a cobrança de IOF

Vou partir para um exemplo prático de quanto eu paguei para fazer a compra de um perfume através do Ebay para detalhar tudo que foi cobrado à exceção do imposto de 60% em que fui isentado.

 

Produto: CRAVE by Calvin Klein 2.5 oz edt Cologne Spray for Men >> date 09/04/12 >> em mãos 03/05/12

                              Price      USD 27,76

                               Shipping USD 14,95

                                 Total     USD 42,71

   Taxa Conversão no PayPal R$ 1,888878  

                                    Total R$ 80,67 

 **A taxa de câmbio de fechamento do dia 09/04/12 foi de 1,8260. Para essa taxa de conversão utilizada pelo Paypal está embutido a cobrança do serviço que é 3,5%

O valor demonstrado na fatura do cartão de crédito foi de R$ 81,67. Siceramente, não consegui identificar a que se refere essa diferença de R$ 1,00 (é uma zona. Igual conta de luz, tudo meio nebuloso e é praticamente impossível de chegar em um racional de 100%) Para cada caso dá uma pequena diferença. Me parece que se refere a variação cambial, já que nem a operadora do Cartão sabe o motivo da diferença. 

 

Há também uma grande discussão à respeito da cobrança de IOF sobre esses tipos de pagamentos. O governo instituiu à pouco tempo uma alíquota de 6,38% para compras com cartão de crédito no exterior. Notem que no meu caso não houve cobrança, mas há inúmeros relatos de pessoas que foram cobradas. Bom, temos inúmeros exemplos sobre esse pagamento, porém sempre divergentes como:

- nunca cobraram mas em determinado momento houve uma cobrança retroativa

- somente alguns bancos cobram

- quando você opta pelo pagamento em reais através do PayPal, não há a incidência de IOF, ou seja, se optar por pagamento em outra moeda será cobrado o IOF quando a operadora do cartão fechar a fatura. (não faz muito sentido essa afirmação)

- o Paypal embute o valor do IOF na taxa de conversão (já vimos que não, o que eles embutem é a taxa ref. ao serviço)

- somente quando compramos de determinados países ocorre a incidência de IOF

 

etc etc e etc ... Nem mesmo o pessoal do PAyPal consegue esclarecer o que acontece. Ou seja, é uma questão que devemos levar em consideração a pior das hipóteses para não ter surpresas.

Com isso, o negócio é incluir mais essas despesas no valor do seu produto. Ficaria algo como 3,5% + 6,38% = 9,88%

No momento de fazer as contas para ver se vale a pena comprar no exterior, inclua algo próximo a 10% relativo à despesas no Brasil.

===================================================================================================

Interessante que quando registrei o domínio desse site no exterior eu paguei o IOF. Veio descriminado na fatura do cartão de crédito.

 

É importante ressaltar que, há muitas variáveis quando falamos de compras internacionais através de sites - há inúmeros blogs com informações e postagens que falam sobre isso - e confesso que já li muitas mais detalhadas que minha explicação hehe. Muita coisa se baseia em experiências próprias - como é o meu caso. Quem compra muito do exterior, certamente já tem mais 'macetes' para diminuir a probabilidade de ser taxado, por exemplo. Há quem já tenha pago até mesmo o ICMS além do valor de 60% imposto pela Receita. Nunca passei por isso, mas se foi dito, é bem provável que isso possa acontecer. 

O importante desse artigo é dar mais uma opção para cuidar das suas finanças

 

É isso! Caso tenham alguma experiência positiva/negativa de alguma compra no exterior, dicas de sites ou  algum acontecimento que fugiu do que foi dito nessa postagem, compatilhe conosco!!  =)

 

Isso aí pessoal!! Qualquer dúvida, sugestão ou comentário avulso, não hesite em entrar em contato logo abaixo! Caso tenha gostado, dê um 'joinha' no facebook rsrs!!


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!